Diva mas sem Frescura

Expressões crespas e cacheadas – parte 1

Muitas crespas e cacheadas estão começando há pouco tempo no mundo dos cachos e às vezes fica difícil entender tudo que a gente conversa nos blogs em relação a esse tipo de cabelo. Big chop? Day After? Cabelo 4b? Calma meninas, antes de bater o desespero, leiam o post abaixo. Vou tentar explicar várias dessas expressões de forma bem simples e rapidinha pra você ficar por dentro do que já está rolando na rede.

 

Transição

 

line-of-demarcation

 

 

A transição é a passagem do cabelo alisado/com química para o cabelo natural. Essa é de longe a fase mais difícil pra todas, porque seu cabelo fica meio liso-meio crespo, a raiz fica alta, o creme que serve para o cabelo natural faz o alisado ficar oleoso, enfim! Muitas questões aterrorizantes estão ligadas a essa fase, mas acreditem: vale a pena! Eu mesma já passei pela transição duas vezes (sim, DUAS! Depois eu conto melhor pra vocês) e estou aqui, viva e feliz com meus cachos crespinhos!

Existem diversas formas de passar por essa fase tão difícil – vamos contar algumas delas pra vocês em um post logo em breve! Mas já adianto que uma delas é fazendo o BIG CHOP!

 

Big Chop

 

O grande temido entre todas as “transeuntes”! Big chop significa o “grande corte”, ou seja, cortar toda a parte lisa do cabelo e deixar só a natural. Em uma das vezes que passei pela transição, eu fiz o Big Chop e foi loucura total! Demorei um tempo para me acostumar com meu novo visual, mas me senti muito melhor sem aquele cabelo liso dismiuxando depois da minha raiz crespa.
Muitas meninas preferem passar pela transição de outra forma porque o “BC” exige muita coragem e coração forte (não é fácil ver todo aquele cabelo indo embora de uma vez), mas o importante mesmo é se sentir o melhor possível com seu cabelo e sua aparência. Não importa se vai cortar tudo ou fazer chapinha até o cabelo natural ficar grande, o importante é estar de bem com o espelho e com você mesma.

 

Tipos de cabelo

 

Existem vários tipos de cabelo cacheado e eles são separadas em três categorias: 2, 3 e 4. Cada categoria tem 3 subcategorias: a, b e c. Parece muita matemática, mas na verdade é bem simples.

 

Cabelos 2:
Os cachos são pouco definidos. As subcategorias vão dos cabelos ondulados (2a) aos com cachos mais aparentes (2c)

Cab tipo 2

 

 

 Cabelos 3:
Os cachos tomam mais forma. AS subcategorias vão de cachos maiores (3a) aos menores e mais juntinhos (3c)

Cab tipo 3

Cabelos 4:
Os cachos são bem pequenos. Nas subcategorias eles vão diminuindo até não haver mais formação de cachos.

cab4

 

 

 

É muito possível que seu cabelo não se encaixe perfeitamente em um desses tipos. Mas isso é totalmente normal, nossos cabelos costumam ser mistos, então algumas partes podem ser de um tipo, outras de outro.

 

Ei! Ainda não acabamos! Logo mais outras expressões crespas e cacheadas pra gente conversar. Qualquer dúvida, fala com a gente!

ESCRITO POR

Jenny Santos

DEIXE UM COMENTÁRIO

6

Make boa e barata – Existe?

Sabe aquela história que 9 entre 10 dentistas recomendam marca tal? Então, 9 entre 10 mulheres querem dicas de maquiagem que seja baratinha e de boa qualidade. Pensando nisso, eis que aqui vos fala uma pessoa que usa make todo santo dia no calor do Rio de Janeiro, ou seja, posso te falar de makes que fixam até mesmo no level hard, temperatura de fornalha do rei Nabucodonosor.

 

Como eu uso maquiagem todo dia, sempre tenho que comprar coisas mais baratinhas, porque elas acabam com certa rapidez e eu não sou uma pessoa ryca, então vou compartilhar algumas das minhas preferidas com vocês! Ah, e é importante sempre associar o preço à durabilidade. Porque tem coisas que custam 10 reais mas não duram nem 1 mês. Todas essas indicações duram, pra mim, uns 2 ou 3 meses, a maioria delas dura até mais que isso, mas depende da quantidade que você aplica. Ou seja, se você acha R$ 50 caro, leva em conta que você vai gastar apenas R$ 50 em dois ou três meses, o que faz valer totalmente à pena!

 

 

1. Corretivo quem disse, Berenice?

Corretivo QDB 2

 

Quem disse, Berenice é vida. Quem disse, Berenice é amor. Esse corretivo custa em média R$ 21,90 e é ótimooooo! Eu uso por baixo da base e ele mega disfarça olheiras. Fora que eles tem uma gama de cores variadas, e existe um exatamente no meu tom de pele (o que é raro pra morenas como eu). Vale super à pena porque com 1 passadinha do pincel ou esponja você resolve o problema.

 

 

2. Base Dream Matte Mousse da Maybelline

 

base-em-mousse

 

A Maybelline é outra marca que eu super curto. Minha pele é normal, nem oleosa e nem seca, e a única base que eu gosto é desse tipo matte. Ela custa cerca de R$ 50,00, o que parece não ser tão barato assim, mas dura uma eternidade. Sugiro que você compre um pincel para base, que aí você gasta bem menos pra aplicar de maneira uniforme no rosto. Comprei a minha em outubro e ela ainda não acabou <3

 

 

3. Base em pó Quem disse, Berenice?

pó compacto quem disse berenice

 

Eu disse pra vocês que Quem disse, Berenice é amor, é vida, certo? Essa base eu uso como pó compacto, porque como base eu uso a dream matte que mostrei ali em cima. Custa R$ 51,90 e é o único pó do universo que é do meu tom de pele. Não tenho muita opção (hahaha). Comprando um pincel aplicador você gasta menos, então dura uma eternidade também, principalmente se você já usar base antes dele. Aplicando com água, ele vira base, ou seja, você economiza bastante, mas confesso que nunca usei assim, só como pó mesmo. Pra mim, não dispensa a base, mas vale à pena.

 

 

4. Quarteto de sombras Make B.

make bquarteto make b

Esse segundo quarteto da foto é simplesmente o amor da minha vida. Eu praticamente SÓ uso essas cores, tons pastéis. A fixação é absurda, nem precisa de primer. Comprei por R$ 50,00 e como eu uso pouca sombra, dura pra sempre. É uma das melhores sombras porque não esfarela de jeito nenhum!

 

 

5. Batons Maybelline

 

batons maybelline

 

Se tem uma coisa que eu amo, essa coisa é batom. Pra mim, não tem nada melhor do que passar um delineador, rímel e um batonzão colorido. E como eu amo comprar batons, não rola ficar gastando R$ 66,00 na MAC todo mês né? Uma das minhas opções preferidas é a maybelline, porque o batom sempre está na faixa de R$ 18,50, por aí. Dura eternamente, não quebra, hidrata a boca. A única coisa que eu não gosto é que tem que passar um pó compacto na boca antes, pra não escorrer. Não sei se isso acontece com vocês também, mas no calor do Rio, qualquer batom escorre em mim se não for matte. Como ele é baratinho e tem muitas cores, eu amo! Nem preciso falar que dura pra sempre né?

 

Por hoje é isso, meninas. Ainda tenho mais umas dicas pra compartilhar, mas vai ficar pra outro post, porque quando eu começo a falar de maquiagem quero ficar nesse assunto eternamente! Hahahaha

 

Quais marcas boas e baratas você conhece? Conta pra gente nos comentários!

ESCRITO POR

Luma Mattos

DEIXE UM COMENTÁRIO

12

Quem disse que você não pode?

gorda n pode

 

Uma das coisas mais horrendas que existem é quando você está lá, toda bonita, lendo ou vendo uma matéria sobre *moda* e se depara com frases do tipo: “mas para usar essa tendência, você tem que estar com as pernas bonitas”… “antes de se jogar nessa moda, certifique-se que a barriguinha está em dia”… APENAS PAREM! Essas padronizações toscas são cansativas e o pior, são excessivamente maléficas. Quantas meninas não passam a se olhar no espelho de forma envergonhada por acharem que não se enquadram em uma estética artificial e não são capazes de usar a mesma roupa que a amiga supostamente magra?

 

Essa barra forçada em relação a um padrão de beleza inventado é triste e mais triste ainda é ver a quantidade de mulheres que fazem coisas mutcholokas para atingir esse padrão construído e que muda de século em século. Me tira do sério os comentários pejorativos que digam ou queiram dizer que “gorda não pode usar – insira aqui qualquer peça de roupa que você quiser”. Todo mundo pode usar o que quiser. A grande questão é fazer com que a roupa te valorize. E aí é onde mora a diferença crucial. Se você usar uma roupa que não seja apropriada para o seu tamanho, ela vai ficar apertando, incomodando, você vai ficar puxando pra cima, pra baixo e todo mundo vai perceber que você está desconfortável. O mesmo serve para roupas com números muito acima do seu… ela não vai ficar legal também pelas mesmas razões.

 

Não existe nenhuma peça de roupa que seja de magra ou que seja de gorda. E quem diz que sim é uma pessoa uó preconceituosa e de mente reduzida. Quer ver só? Vamos falar de uma das peças que mais estão *na moda* atualmente, o top cropped! Sério, em várias situações (e em blogs também) eu peguei textos que diziam que essa moda era pra gente magra ou com a barriga negativa (quem güenta essa expressão ainda em 2015?). Caros amigos, tomem um choque de realidade com gordinhas maravilhosas, que esfregam estilo na cara de muita gente. E o melhor: lindas de cropped! 😉

 

gorda n pode 2

 

 

 

gorda n pode 3

 

O X da questão é você se sentir bem. Não colocar uma roupa porque tão dizendo por aí que é tendência, se matar de dieta pra entrar na calça cintura alta ou se sentir sufocada por uma peça que não cabe em você! Existem tantas inspirações por aí! Inspirações e opções! A regra é: sinta-se bem com você mesma e saiba valorizar o que tem de melhor! Independente de peso, de corpo, de cri cri. Adquirir uma peça que VISTA você ao invés de uma peça que ENGULA você é um bom caminho. E se está faltando ideia, ou aquela forcinha, olha quantas contas de Instagram mega legais eu separei pra vocês!

 

 

insta gorda

 

– On the Q Train – Instagram: @ontheqtrain

 

– Inside Allie´s World – Instagram: @alliemcgev

 

– Ashley Rose – Instagram: @thisisashrose

 

– Essie Golden – Instagram: @goldenlady25

 

– Danielle Vanier – Instagram: @daniellevanier

 

insta gorda 2

 

– Beauticurve – Instagram: @iambeauticurve

 

– From the Corners of the Curve – Instagram: @calliethorpe

 

– Tiny Red Shoes – Instagram: @Tinyredshoes

 

– AlaCurvy – Instagram: @jess_robinson1

 

– Everything Curvy and Chic – Instagram: @everythingcurvyandchic 

 

 

 

 

 

 

ESCRITO POR

Olga Bon

DEIXE UM COMENTÁRIO

2

Tô me sentindo feia, e agora?

se sentindo feia

 

Acho que 100% das mulheres que eu conheço são sensíveis. Umas mais, outras menos, mas nunca vi uma que não fosse. A mulher mais insensível que eu conheço ainda é super sensível, ainda que não seja uma drama Queen. Além disso, todas nós gostamos de nos sentir bonitas. Quando a gente se sente bonita, o trabalho flui melhor, o dia é cheio de sorrisos, somos mais simpáticas, nos abrimos para oportunidades e coisas novas, enfim, a vida é bela quando nos sentimos belas. Pra se sentir bela não precisa ir ao salão e gastar R$ 200, não precisa colocar um salto pra ir à padaria, nada disso: conheço mulheres que se sentem mais bonitas quando realizam um bom trabalho, quando recebem carinho de pessoas próximas, quando conquistam algum objetivo, ou seja, é completamente relativo.

 

happy-woman

 

Isso também não quer dizer que só gente bonita se dá bem na vida e faz as coisas com prazer não, viu migas? Longe disso. O que quero dizer é que independentemente de te considerarem uma Cleo Pires da vida, o que importa é como você mesma se sente. Sim, porque tem dias que eu acordo me sentindo uma Kim Kardashian da vida, querendo tirar mil selfies tamanho o meu amor por mim mesma, mas tem dias que não suporto me olhar nem em reflexo de vidro de carro, e geralmente esses dias são uma bosta. Esse é um dos motivos pelos quais escrevo esse post: se você estiver se sentindo feia, faça algo pra mudar isso, não fica deitada na cama se odiando, ok? Então vamos lá, vou contar pra vocês o que eu faço mas antes vou falar um pouco de mim mesma, pra vocês me entenderem mais.

 

kimk

Kim Kardashian: a rainha das selfies

 

Eu sou uma mulher bem determinada e decidida, e geralmente as pessoas pensam que sou uma muralha, uma fortaleza e super segura. Isso é bom e ruim, porque nos dias que me sinto um cocozinho e quero colinho, pouca gente percebe, e como eu não gosto de bancar a carente, é raro eu correr atrás de um colo. Sendo assim, eu mesma criei formas de me amar e me dar colo. Se você também é assim, vamos nos entender bem, se você não é, não tem problema, talvez isso faça você entender alguma amiga sua que é. Então vamos à minha humilde listinha de passos para me sentir uma diva (sem frescura).

 

girl- mirror

 

Primeira coisa: fico me olhando no espelho admirando o que eu tenho de bom. Porque mesmo quando me sinto feia, não significa que eu odeie TUDO em mim, né? Então quando me sinto feia eu fico pensando O QUE exatamente eu não to gostando na minha cara ou no meu corpo, pra poder tomar o passo seguinte: fazer algo em relação ao que me incomoda. Esse primeiro passo é importante pra você voltar a se amar rápido, porque você pode não gostar do seu nariz, mas achar sua boca linda, seus cílios, seus olhos, não sei. Cada um se conhece e gosta de algo em si mesmo. Isso varia, mas é impossível você não gostar de nada! Enfatizando seus atributos e qualidades, você vai se amar mais e se sentir mais segura, vai por mim.

Segunda coisa que eu faço depois que identifico o que não gosto, é dar um jeito de disfarçar aquilo ou evidenciar coisas boas. Por exemplo, tem dias que eu acordo magérrima e tem dias que acordo com uma pancinha mega saliente. Vou chorar se estiver com barriguinha? De jeito nenhum! Vou colocar uma blusinha larga com bastante acessórios, tentando chamar atenção para outras coisas que não sejam a barriga. Se eu acordei odiando meu cabelo, faço um coque ou prendo, e capricho na maquiagem. Tenho uma amiga que se sente maravilhosa quando o cabelo dela tá bonito, ou seja: se ela estiver mal, a primeira coisa que ela faz é arrumar o cabelo. Já eu me sinto a própria Cleópatra quando passo delineador ou quando meus cílios estão baphônicos (hahahaha).

 

friends

 

Terceira coisa (pra mim essa é a melhor de todas): procuro uma amiga que me ame muito e digo pra ela que estou triste, me sentindo feia, carente, ou qualquer coisa do gênero. Todo mundo tem uma amiga que só vê coisas boas na gente, e são essas que você tem que manter por perto nesses dias. Mesmo que você tenha namorado, amigas são super sensíveis e vivem enchendo nossa bola, às vezes muito mais do que merecemos, inclusive. Falo da amiga porque como eu estou solteira,  no momento só posso me valer deste artifício que é fonte de amor e elogios à minha pessoa (hahahah). Muitas vezes o quadril que você acha muito largo, é o que sua amiga acha perfeito, porque o dela é menor, por exemplo. Nossas amigas enxergam nossas qualidades e trazem isso à tona, e a melhor coisa do mundo é fazer um programinha de miguxas, vamos combinar. Sair pra comer, conversar, ir à praia, ficar deitada sem fazer nada falando besteira, enfim… Se você não tem uma amiga assim, me manda um e-mail pelo amor de Deus e vamos conversar, gata! Todo mundo precisa disso na vida, viu?

 

dancing girl

 

Quando nada disso funciona, eu apelo pra playlist das divas. Quando eu penso na Bey, na Riri, na Britoca (minhas migas íntimas hahahaha) e ouço as músicas bem mulherzinhas delas, me sinto a Beyoncé brasileira. Gente, é impossível ficar triste ouvindo Beyoncé. Sério. Para de sofrer e coloca uma música que te dê vontade de sair dançando pela rua. Se você não curte as divas, ouça o que te liberta. Qualquer tipo de arte é inspirador, mas a música particularmente toca no fundinho do nosso coração. Se você coloca uma música triste, fica triste, e a recíproca é totalmente verdadeira: ouvindo uma música que fale sobre segurança, sobre ser você mesma, sobre algo animado, você naturalmente se sente A GOSTOSONA e fica animada. (No final desse post vou colocar a minha playlist divônica pra quem quiser ouvir)

Outra coisa que você pode fazer é desabafar num papel, num tumblr, com Deus, sei lá: mas põe pra fora essa insegurança, não fica se corroendo e se sentindo mal sozinha, sabe? Se livra disso, desabafa, toma novas decisões, muda seu cabelo, compra algo que você goste, leia coisas legais, veja clipes na internet, fala sozinha, dança no quarto, sai pra dar uma volta, tenta dormir pra ver se acorda melhor, mas não se entrega pra nenhuma bad vibe, viu?

 

Bom, meninas, geralmente isso é tudo que eu faço e costuma funcionar logo no item 2 dessa lista (kkk). Tentem e me falem o que acharam, o que sempre funciona pra vocês melhorarem a autoestima?

 

Playlist das divas (que não tem só divas):

 

 

 

 

ESCRITO POR

Luma Mattos

DEIXE UM COMENTÁRIO

14